the worst.

Não posso dizer que tive um pior dia, posso dizer que tive dias maus... Dias que me fizeram chorar, desejar desaparecer, sair de casa, esquecer tudo e começar de novo onde ninguém se lembrasse de mim. Sim, foram os piores dias da minha vida. O porquê? Na maioria das vezes coisas insignificantes, criancices, ciúmes, birras estúpidas, mal entendidos, boatos... Enfim. Mas também houveram razões que considero suficientes para me sentir tão mal... Desilusões, lesões, brigas, discussões, erros... Coisas que por muito que quisesse, não poderiam ser diferentes pois não poderia voltar atrás. Foram dias difíceis mas ultrapassados. Tentei esquecer, mas nada se apaga para sempre. Apenas tento não pensar no assunto e seguir em frente. É onde estou agora, na frente, a comandar a minha própria vida.

1 comment:

Tatiane Padilha said...

É isso ai, nada é tão ruim que a gente não consuga superar!

To te seguindo!!
Beijo!

Post a Comment