mistakes.

Cometo os mesmos erros vezes sem conta... Não sei bem porquê mas a razão não deve estar muito longe disto: Acredito que as pessoas são melhores do que demonstram ser, acredito em segundas oportunidades e espero sempre mais do que obtenho… Quando existe um lado mau eu procuro o bom... Não desisto de ninguém sem que me dêem razões bastante fortes para desistir, aí acho que não há volta a dar, talvez pensar no passado e esquecer um futuro. Talvez por acreditar em tudo isto as acções a que chamo erros acabam por não os ser na realidade. Se aposto numa pessoa é porque no fundo não a olho como um erro mas como uma esperança. Esperança de um dia tudo dar certo, de mudar, esperança de um dia tudo voltar a ser como era, perfeito, se é que a perfeição na verdade existe...

3 comments:

Anonymous said...

A perfeição não existe. Cada ser é imperfeito, e é isso que o torna único e especial.

Os erros são meios, para atingir o grande objectivo de toda a tua existência: a felicidade.

Ana Xavier said...

quando está tudo bem acabamos por chamá-los de perfeitos, mesmo sabendo que como disseste a perfeição não existe.
a felicidade! isso mesmo :D

já agora quem és? :b

Anonymous said...

Também acredito sempre que as pessoas são melhores do que aquilo que aparentam ser. Até ao dia em que me apercebo, que por mais que cave, a pessoa é só mesmo aquilo. Nem mais nem menos. Aprende a valorizar quem te guia, quem te ensina, não precisa de ser grandes lições. Às vezes bastam pequenos detalhes. Repara nisso. Antes que possa ser tarde demais.



só uma perguntinha, como tiraste a cena que diz 'publicado por e hiperligações?'

Post a Comment